Internacional

Sobe para 30 número de mortos após queda de edifício na África do Sul

2024-05-14 07:49:48 (UTC+01:00)

O desabamento de um edifício em construção na África do Sul fez pelo menos 30 mortos e 22 pessoas continuam desaparecidas, segundo um novo balanço feito, esta segunda-feira, pelo município da cidade de George.

O município do distrito de Garden Route admitiu que algumas das famílias afectadas pelo desabamento do edifício, na semana passada, sejam oriundas de Moçambique, Malawi e Zimbabwe, mas ainda sem confirmação oficial.

Um total de 59 pessoas foram resgatadas até à data, das quais 30 já sem vida, sendo que 13 continuam hospitalizadas, indicaram as autoridades locais no fim da tarde de ontem.

O ministro das Obras Públicas da África do Sul, Sihle Zikalala, visitou, esta segunda-feira, o local do acidente, onde continuam os esforços de busca e salvamento de mais de 200 operacionais há 172 horas, informaram as autoridades locais.

Em conferência de imprensa no local, o governante sul-africano afirmou que as autoridades sul-africanas estão a investigar as causas do acidente.

"A abordagem de investigação forense relativa ao edifício que desabou é crucial para compreender as causas profundas e os fatores que levaram a tais eventos catastróficos", salientou.

Zikalala adiantou que a investigação liderada pelo ministério de Emprego e Trabalho sul-africano integra "equipas multidisciplinares compostas por engenheiros, peritos forenses, especialistas geotécnicos e cientistas".

Pelo menos 81 trabalhadores encontravam-se no local da obra no momento do desabamento do prédio de cinco andares na cidade litoral de George na passada segunda-feira, 06 de Maio, segundo as autoridades locais sul-africanas.