Nacional

Ataques terroristas e ciclones destroem 126 unidades de Saúde no País

2022-06-30 06:54:30 (UTC+01:00)

O Terrorismo e os ciclones durante a última época chuvosa destruíram 126 unidades de saúde em Moçambique, anunciou ontem o ministro da Saúde, Armindo Tiago.

"Foi um verdadeiro revés face aos ganhos alcançados neste setor", referiu na abertura de uma reunião do conselho coordenador do ministério, que decorre até sexta-feira em Gondola, centro do país.

Do total, 31 unidades são hospitais danificados pelos terroristas, desde 2017.

A destruição de infraestruturas tem deixado centenas de famílias sem serviços de saúde, levando ao recurso reforçado a parceiros de cooperação.

De acordo com os números ontem apresentados, em Moçambique estão a funcionar 1.596 unidades de saúde, a maioria centros de saúde, havendo ainda 50 hospitais distritais, rurais e gerais.

"Acreditamos que com a ação de cada moçambicano e com o envolvimento dos parceiros serão cumpridas as metas estabelecidas pelo Governo", referiu, numa alusão à ajuda externa para o setor.