Nacional

Banco de Moçambique sanciona instituições por violação de normas

2022-10-04 10:04:46 (UTC+01:00)

O Banco de Moçambique sancionou sete instituições de crédito, uma sociedade financeira e quatro operadoras de micro-finanças, com multas, por violação de normas prudenciais, cambiais e de prevenção e combate ao branqueamento de capitais e financiamento ao terrorismo.

Trata-se do Standard Bank Moçambique, com a multa mais alta, First Capital Bank Moçambique, United Bank For África Moçambique, Vodafone MPESA, ABSA Bank Moçambique, Banco Comercial e de Investimentos, Access Bank e Moza Banco, com a menor multa, entre as instituições de crédito.

Foram ainda sancionadas as operadoras de micro-finanças Khula Microcrédito, Virgílio Artur Milisse, Assucena Milice e Mauro Vicente das Dores Goca.

Em comunicado, o Banco de Moçambique diz que as multas, que variam de 268 mil a quase 97 milhões de meticais, foram aplicadas entre Junho e Agosto deste ano.

Entre as infracções cometidas pelas instituições sancionadas, destacam-se a violação do dever de informação na realização de operações cambiais, a violação do dever de comunicação de operações suspeitas e abertura de agências sem prévia autorização.

Em outro comunicado, o Banco de Moçambique diz ter sancionado com multas que variam entre 155 mil e 9 milhões de meticais o Absa Bank, o Acces Bank, a Mais Microcrédito, o Banco Letshego e o Standard Bank, por violação de normas de conduta.