Nacional

Comandante da PRM condena justiça pelas próprias mãos

2024-05-29 13:31:02 (UTC+01:00)

O Comandante da Polícia da República de Moçambique (PRM), em Maputo, Miquichone Afonso, apela a população a confiar na actuação da corporação, afastando-se de qualquer forma de justiça pelas próprias mãos.

Miquichone Afonso diz que este modelo de justiça pode concorrer para prática de outros crimes puníveis por lei, na tentativa de resolver um problema.

O Comandante reagia, assim, ao recente caso de vandalização do posto policial de Maciana, pela população local, onde teria, igualmente, incendiado uma viatura da polícia, exigindo a soltura de dois indivíduos que estavam sob custódia da corporação.

Aquele dirigente da polícia pede calma e vigilância para que não haja indivíduos que incentivem a violência no seio das comunidades.

Sobre o caso de ataque da população ao posto policial de Maciana, o Comandante fez saber que treze indivíduos estão detidos, aguardando os próximos passos para o esclarecimento do caso.