Nacional

Detidos paquistaneses a furar rede de fronteira de Ressano

2021-05-09 11:09:02 (UTC+01:00)

A Polícia da República de Moçambique (PRM) deteve, seis cidadãos de nacionalidade paquistanesa, com idades que variam entre 16 e 33 anos, quando tentavam furar a rede da fronteira de Ressano Garcia e atravessar para a África do Sul.

Na altura da sua detenção, eram acompanhados por um cidadão moçambicano de 43 anos de idade, que supostamente desempenhava o papel de guia.

Segundo a Porta-voz do Comando Provincial da PRM, em Maputo, Carmínia Leite, durante o interrogatório os paquistaneses afirmaram que estavam em Moçambique desde o dia 3 de Maio corrente.

“Entraram em Moçambique a partir da fronteira de Calomue, distrito de Angónia, província de Tete. O seu destino era a África do Sul, alegadamente, à procura de melhores condições de vida”, explicou Carmínia Leite.

Acrescentou que neste momento o suposto guia do grupo encontra-se encarcerado nas celas da PRM no distrito de Moamba, onde aguarda pelo prosseguimento do processo. Os seis paquistaneses foram submetidos ao rastreio da covid-19 e nos próximos dias poderão ser repatriados para o país de origem.