Nacional

FMO na tentativa de impedir a extradição de Chang que “caminha” para Maputo

2021-08-25 11:23:39 (UTC+01:00)

O Fundo de Monitória ao Orçamento (FMO), uma ONG moçambicana, pediu ao Tribunal Superior de Joanesburgo para emitir uma ordem urgente para impedir o Ministro da Justiça Ronald Lamola de extraditar Manuel Chang para Maputo.

Os advogados a serviço desta ONG, caso suspeitam que uma ordem judicial chegará tarde demais, pois acreditam que o governo sul-africano pretendiam colocar Chang em um avião para Maputo às 7h desta quarta-feira - antes que o tribunal pudesse ouvir o pedido.

“Isso pode se tornar Bashir Dois”, disse um advogado, referindo-se ao drama jurídico em junho de 2015, quando o governo sul-africano permitiu que o então presidente sudanês, Omar al-Bashir, fugisse da África do Sul, desafiando uma ordem de um tribunal superior que obrigava o governo para detê-lo. Isso foi feito para que ele pudesse ser entregue ao Tribunal Penal Internacional para enfrentar genocídio e outras acusações.

Existe um secretismo, até agora, do roteiro da chegada de Manuel Chang à Maputo. Mas a Folha de Maputo soube de uma fonte que o antigo ministro das Finanças (2005-2015), já está a caminho de Maputo, que muito provavelmente antes das 15h esteja em Maputo. De aviões comerciais está previsto a partida do Aeroporto Oliver Tambo, as 13h10 de hoje, uma aeronave da AIRLink que pode trazer o “dono das contas” no mandato do Presidente Guebuza.