Nacional

Há mais de 200 escolas privadas a usarem livros de distribuição gratuita

2024-04-16 13:50:38 (UTC+01:00)

A Inspeção Nacional das Actividades Económicas (INAE) diz ter encontrado 224 escolas privadas, à escala nacional, a usarem livros de distribuição gratuita, numa altura em que estes materiais ainda não estão disponíveis no ensino público.

Tomás Timba, porta-voz da INAE, citado pelo Notícias, explica que as equipas de fiscalização têm a obrigação de recolher das escolas privadas todos os livros recebidos indevidamente para serem realocados ao sector público.

O porta-voz da INAE detalha que, a agravar a situação, as escolas privadas estão a vender os livros aos pais e encarregados de educação, o que contraria a norma segundo a qual este material didáctico é de distribuição gratuita.

A propósito da alocação do livro de distribuição gratuita às escolas públicas, recorde-se, o Governo disse que tudo está a ser feito para que este material chegue o mais rápido possível às crianças do ensino primário.

“É verdade que estes manuais deviam estar nas escolas muito antes do arranque do presente ano lectivo/2024, mas factores adversos contribuíram para que isso não acontecesse. Anualmente, vamos aperfeiçoando a questão de impressão e alocação do livro escolar”, disse Filimão Suaze, por-voz do Governo.