Nacional

Intervenientes do sector do caju acordam preço de 35 meticais por quilo da castanha

2023-10-03 06:22:31 (UTC+01:00)

Intervenientes do sector do cajú acordaram, esta segunda-feira, a fixação do preço de 35 meticais para a comercialização do quilograma da castanha de caju, na campanha referente a época 2023-2024, que inicia, em Novembro próximo.

O anúncio foi feito, em Maputo, no final da primeira Sessão do Comité de Amêndoas, dirigido pelo Vice-Ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Olegário Banze.

O representante dos produtores, Elídio Dias, explica que, após a discussão com outros intervenientes do sector, foi possível ceder a proposta de revisão em baixa de 37 para 35 meticais.

Os processadores e exportadores da castanha de caju mostraram-se confortáveis com a proposta do preço de venda desta amêndoa, tal como explica o seu representante Kadir Ibrahimo.

O Director-geral do Instituto de Amêndoas de Moçambique, Ilídio Bande, avança que, em função dos preços praticados mercado internacional, a proposta de 35 meticais para venda da castanha de caju poderá ser reajustada.

Para campanha 2023-2024, o país prevê comercializar cerca de 170 mil toneladas de castanha de caju, contra 150 mil da campanha passada.