Nacional

Jovem morre soterrado ao extrair carvão mineral na Província de Tete

2021-09-21 16:00:20 (UTC+01:00)

Um jovem morreu soterrado na segunda-feira quando tentava extrair carvão mineral a partir de uma escavação artesanal no distrito mineiro de Moatize, na província de Tete.

A vítima, um oleiro de 27 anos, morreu momentos após decidir descansar no local em que extraía carvão mineral, no Bairro da Liberdade, em Moatize, disse o porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM) na província de Tete, Feliciano da Câmara.

"Ele estava a repousar na parte de baixo da escavação e foi no mesmo momento em que a terra desabou", explicou Feliciano da Câmara.

A vítima estava na companhia de um outro jovem, de 24 anos, que ficou ferido e está a receber tratamento médico no hospital local.

Os dois jovens procuravam carvão mineral para queimar tijolos, que produzem à base de lama e revendem na região, um negócio comum em alguns pontos de zonas rurais em Moçambique.

O garimpo ilegal em busca de diversos recursos, como ouro, é um problema que afeta várias zonas do interior do país, provocando destruição de terras de forma desorganizada e insegura, frequentemente com vítimas mortais.