Nacional

Moçambique volta a produzir e exportar mais carvão no terceiro trimestre

2021-10-25 06:49:27 (UTC+01:00)

A produção de carvão aumentou 78,1% e as vendas quase duplicaram no terceiro trimestre face a 2020 em Moçambique, anunciou a mineira Vale no seu mais recente relatório, que confirma a tendência do trimestre anterior.

O documento reflete as obras de requalificação das minas de Moatize e "uma maior procura" dos mercados asiáticos com a retoma da economia global após a fase mais aguda de restrições ligadas à covid-19.

A pandemia tinha afetado de forma significativa a atividade mineira em 2020.

A expansão dos indicadores entre julho e agosto acompanha a tendência já verificada nos três meses anteriores.

A produção de carvão no terceiro trimestre de 2021 fixou-se em 2,4 milhões de toneladas e as vendas ascenderam a 2,6 milhões de toneladas.

O maior aumento de vendas face a 2020 deu-se no 'carvão energético' (mais 160%) usado em centrais térmicas, por exemplo, para produção de eletricidade, superando o salto dado pelo 'carvão coque' (mais 42%) usado na indústria metalúrgica.

Este ano, até final de setembro, a Vale já tinha produzido 5,6 milhões de toneladas de carvão em Moatize, face a 4,6 milhões nos primeiros nove meses de 2020.

"A produção está em crescimento" após as obras de requalificação e deve atingir a velocidade cruzeiro "no próximo trimestre".

"Contudo, devido à estação chuvosa, a taxa de produção anual de 15 milhões de toneladas pode não ser atingida", refere a empresa no relatório.

A Vale anunciou no início do ano que está de saída de Moçambique.

A mineira procurar investidores para vender a operação em Moatize, em linha com o objetivo de reduzir as suas emissões de carbono, dado que o carvão é uma das principais fontes à escala global.