Nacional

"O aprovado perfil de candidato à presidência da Renamo é ilegal" - considera Venâncio Mondlane

2024-04-17 09:58:41 (UTC+01:00)

Venâncio Mondlane, um dos membros do partido, diz que o perfil de candidato presidencial da Renamo aprovado pelo Conselho Nacional desta formação política, na madrugada de segunda-feira, é ilegal.

Com efeito, submeteu uma queixa ao Tribunal com denúncias contra o partido.

Segundo o jornal O País, Venâncio Mondlane, já pensa na possibilidade de concorrer às eleições presidenciais de 9 de Outubro como candidato independente.

Para já, aguarda pela resposta à providência cautelar que submeteu ao Tribunal Judicial de Maputo a acusar a Renamo de violar um acordo entre si e o partido.

Os 160 membros aprovaram, entre outros, que para presidir o partido é preciso ter militado há 15 ou mais anos, sem interrupção, ter exercido alguma função de relevo, como ser membro do Conselho Nacional, para além de nunca ter demonstrado comportamento de indisciplina.