Nacional

País prevê a venda de 150 toneladas de castanha de caju

2022-11-24 07:53:07 (UTC+00:00)

O País prevê comercializar cerca de 150 mil toneladas de castanha de caju na campanha 2022/2023, que arrancou nesta quarta-feira em todo o país, cujo lançamento decorreu em Nampula.

Segundo a RM, o volume corresponde a um crescimento em 3 por cento em relação à quantidade comercializada na época passada, que se situou na ordem de 146 mil toneladas.

É uma informação avançada, esta quarta-feira no distrito de Meconta, província de Nampula, pelo vice-ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Olegário Banze, no lançamento da campanha de comercialização da castanha de caju.

Olegário Baza explicou que os produtores da castanha de caju gastaram cerca de 5 mil 220 milhões de meticais.

“Isto representa um crescimento em 17 por cento, em relação ao ano anterior, cerca de 147 milhões para a exportação, também cerca de 9 mil 400 toneladas de amêndoa exportadas. Cerca de 9 milhões de dólares foram arrecadados para os cofres do Estado “ , disse.

Já os produtores pediram ao Governo que facilite a ligação com o mercado, valorizando sempre o pagamento justo da castanha de caju, de acordo com a qualidade oferecida por estes.