Nacional

Parte dos 30 barcos da Ematum já estão a operar

2019-12-27 06:31:35 (UTC+00:00)

O ministro do Mar, Águas Interiores e Pescas, Agostinho Mondlane, revelou que parte dos trinta barcos da controversa Empresa Moçambicana de Atum (Ematum) já estão a operar.

MAPUTO- Segundo O País, os barcos custaram ao Estado moçambicano cerca de 850 milhões de dólares, numa operação ilícita entre 2013 e 2014, com o argumento oficial de pesca industrial de atum no alto mar.

O facto é que as 30 embarcações da Ematum nunca chegaram a ir ao mar pescar qualquer atum que seja. Aliás, esta operação só deixou um fardo enorme para as contas públicas, despoletando o escândalo das “dívidas ocultas”.

Abordado sobre o assunto, o ministro do Mar, Águas Interiores e Pescas revelou que parte da frota destes barcos já está operacional.

Entretanto, Agostinho Mondlane declinou avançar o número dos barcos que supostamente já pescam atum nas águas moçambicanas.

Sabe-se que as embarcações da Ematum foram adquiridas num estaleiro francês em 2013. Na altura, as projecções governamentais previam um encaixe anual de 90 milhões de dólares em receitas com as capturas deste recurso.