Nacional

PGR emite mandado de captura internacional para Nini Satar

2017-04-26 10:20:01 (UTC+01:00)

A Procuradoria Geral da República emitiu um Comunicado de Imprensa, a anunciar o mandado de captura internacional para Momade Assife Abdul Satar (Nini Satar), ora em liberdade condicional, supostamente por associa-lo, ao crime organizado.

MAPUTO - De acordo com o referido comunicado que, em pouco tempo, inundou as redes sociais, Nini Satar é associado a uma organização criminosa e que, por estes dias, já foi intuído um processo.

“O processo nº131/PCM/17 e o processo n.º 35/PCM/2017, constatou-se que o réu Momade Assife Abdul Satar, mais conhecido por Nini e/ou Nini Satar, formou uma organização criminosa cujo propósito consistia em raptar cidadãos moçambicanos para posteriormente exigir avultadas quantias em dinheiro. Para efeito, o réu Nini Satar formou aliança criminosa com os reclusos José Ali Coutinho e Edith Antónia D`Compta da Camara Cylindo, arguidos no processo acima referido (processo 35/PCM/2017) e já acusado, ”, refere o comunicado.

Este comunicado surge em consequência da “neutralização” da viatura da polícia, por criminosos, que acabaram por resgatar dois cadastrados, nomeadamente, Alfredo José Muchanga e José Aly Coutinho, este último que se encontravam a cumprir pena no Estabelecimento Penitenciário Especial de Máxima Segurança, vulgo BO, junto as celas anexas ao Comando da PRM da Cidade de Maputo.[CC]