Nacional

PR exige acções robustas para o combate ao terrorismo

2021-05-04 07:52:40 (UTC+01:00)

O Presidente da República, Filipe Nyusi, exigiu ontem em Marracuene, província de Maputo, à Polícia da República de Moçambique (PRM) acções robustas para o combate ao terrorismo que aflige algumas regiões da província de Cabo Delgado.

MAPUTO- O Chefe do Estado e comandante em Chefe das Forças de Defesa e Segurança falava esta segunda-feira, na Academia de Ciências Policiais, ACIPOL, na abertura do vigésimo primeiro conselho coordenador da PRM.

Segundo Filipe Nyusi, o povo olha para o encontro da Polícia como oportunidade para avaliar o trabalho da corporação, em todos os aspectos, com vista a erradicação urgente do terrorismo, crime organizado, incluindo os frequentes raptos que ameaçam a economia nacional.

O Chefe do Estado explicou que a segurança interna que a corporação policial assume-se defender, é actividade desenvolvida pelo Estado, para garantir a ordem, a segurança e a tranquilidade públicas.

“São actividades, ainda, proteger pessoas e bens, prevenir e reprimir a criminalidade, identificar os cidadãos nacionais e estrangeiros, controlar o movimento migratório, prevenir os riscos e combater incêndios, com vista a assegurar o normal funcionamento das instituições, regular o exercício dos direitos, liberdades e garantias fundamentais dos cidadãos e o respeito pela legalidade”- enfatizou o Presidente da república, Filipe Nyusi.

O XXI Conselho Coordenador da Polícia da República de Moçambique realiza-se sob o lema: “Concentrando Estratégias para a Garantia da Ordem, Segurança e Tranquilidade Públicas, Combate ao Terrorismo no contexto de Calamidades Públicas”.







Texto:Jornal Notícias