PR Nyusi disponível para dialogar com Dhlakama sem pré-condições

2016-02-27 12:21:29 (UTC+00:00)

O Presidente da República, Filipe Nyusi, reiterou hoje a sua disponibilidade para dialogar com o líder da Renamo, Afonso Dhlakama, com vista a restabelecer uma paz duradoira em Moçambique.

MAPUTO - O Estadista moçambicano falava ontem, em Michafutene, distrito de Marracuene, província de Maputo, durante uma cerimónia de graduação dos primeiros mestres em ciências policiais e outros licenciados da Academia de Ciências Policiais (ACIPOL).

“A situação de perturbação da ordem subestima a vontade por nós manifestada de dialogar com a direcção deste partido e todas outras forças da sociedade para juntos encontrarmos os caminhos que conduzam a uma paz duradoira”, disse Nyusi.

Em nome da democracia e inclusão, Nyusi desencorajou o porte de armas e matanças ao povo moçambicano como forma de forçar a ascensão ao poder ou sustentar as vontades individuais.

Na ocasião, o Estadista moçambicano disse que o Governo vai envidar todos os esforços para proteger o povo moçambicano, “de modo a garantir que este continue a dedicar as suas energias ao desenvolvimento do seu país e a construção do seu bem-estar e futuro dos seus filhos.”

No entanto, acrescentou o Presidente, “queremos saudar a comunidade internacional, a sociedade civil e a comunidade religiosa que, de forma persistente, tem condenado, sem poupar, os ataques militares e ameaças da Renamo.”

Apesar da disponibilidade para negociar, manifestada pelo Presidente moçambicano, o líder do partido Renamo diz que só dialogará depois de tomar o poder nas seis províncias que reivindica. [CC]