Nacional

PRM apreende mais de 2 milhões de MT em Maputo e desconfia terem sido roubados em Quelimane

2021-08-05 10:22:33 (UTC+01:00)

A Polícia da República de Moçambique (PRM), a nível da cidade de Maputo, deteve três indivíduos na posse de mais de 2 milhões de Meticais, que se encontravam camuflados numa viatura ligeira.

A apreensão teve lugar na madrugada desta terça-feira, no bairro do Zimpeto, arredores da capital do país.

Segundo o porta-voz da PRM na cidade de Maputo, Leonel Muchina, a apreensão ocorreu graças a uma denúncia, que indicava haver movimentação estranha de uma viatura ligeira que saía do centro do país com valores monetários camuflados no forro das portas.

De acordo com Muchina citado pela "Carta de Mocambique", explica que para evitar bloqueios da Polícia, os indivíduos decidiram alugar uma viatura pesada com reboque, com o objectivo de transportar a viatura ligeira para que não fosse fiscalizada ao longo do percurso.

“Chegada na zona do Zimpeto, a Polícia interpelou a viatura e foram encontradas elevadas somas de dinheiro, avaliadas em mais de 2 milhões de Meticais”, garantiu a fonte, avançando haver indícios de ser parte do dinheiro roubado no balcão central do BCI, na cidade de Quelimane, na província da Zambézia.

“Os indivíduos dizem que vinham de Nampula e outros falam da província de Sofala, mas toda essa informação é para dissimular a sua verdadeira origem, que há indícios de ser a província da Zambézia, concretamente em Quelimane”, disse.

Refira-se que uma parte do dinheiro roubado ao BCI, em Quelimane, na semana finda, foi recuperada na cidade de Chimoio, província de Manica, pelo SERNIC (Serviço Nacional de Investigação Criminal). Em Chimoio, foram recuperados 8 milhões de Meticais.