Nacional

Processo DDR: Encerrada base da Renamo em Cuamba, Niassa

2022-05-16 07:07:03 (UTC+01:00)

A antiga base da Renamo, no distrito de Cuamba, província do Niassa, foi encerrada, na última sexta-feira, com a desmobilização de 281 ex-guerrilheiros.

Trata-se da primeira base encerrada, este ano, completando, assim, 12 bases da Renamo desactivadas, desde Junho de 2020.

Umcomunicado citado pela Rádio Moçambique, refere que o enviado Pessoal do Secretário-Geral da ONU e Presidente do Grupo de Contacto, Mirko Manzoni, louva o contínuo empenho do Presidente da República, Filipe Nyusi, e do Presidente da Renamo, Ossufo Momade, no processo de pacificação efectiva do país, através do processo de Desmobilização, Desarmamento e Reintegração (DDR).

No documento, Mirko Manzoni assegura que as Nações Unidas vão continuar a apoiar Moçambique no caminho da reconciliação nacional.