Nacional

Quelimane: Manuel de Araújo quer recandidatar-se pela Renamo

2022-05-16 16:52:35 (UTC+01:00)

Edil de Quelimane pretende voltar a candidatar-se à liderança da autarquia pelo maior partido da oposição em Moçambique. Anúncio surge numa altura em que dão que falar as alegadas divergências entre Araújo e a Renamo.

"Estou disposto a continuar a dirigir a autarquia de Quelimane [província da Zambézia], em outubro do próximo ano. A data marcada para as eleições coincide com a data do meu aniversário, o que significa que teremos uma dupla festa: a primeira pela vitória dos escrutínios e a segunda pelo meu aniversário". As palavras do edil de Quelimane, Manuel de Araújo, à margem da cerimónia de tomada de posse de dez novos vereadores, causaram surpresa, este sábado (14.05).

Segundo a DW, o anúncio de uma nova candidatura pela Resistência Nacional Moçambicana (RENAMO) surge poucos dias depois de um alegado desentendimento na convivência política entre o autarca e o seu partido.

Na semana passada, em conferência de imprensa, a liderança da RENAMO, através do porta-voz José Manteigas, apelou a Araújo que se concentrasse em alcançar objetivos na governação e agendas do partido, acusando o autarca de representar um "teatro gratuito e sensacionalista nos órgãos de comunicação social". Em causa, uma entrevista que Manuel de Araújo deu à Televisão de Moçambique (TVM), na qual alertou para limitações ao exercício da democracia na RENAMO.

Dias antes, circulavam rumores dando conta de que Manuel de Araújo estaria a recrutar pessoas para integrarem consigo o Nova Democracia, um partido político recém-criado em Moçambique.

Apesar das alegadas divergências, Araújo anunciou que está disposto a recandidatar-se às autárquicas com a camisola do maior partido da oposição - com alguma cautela: "Tenho vontade e vou-me candidatar, mas isso cabe à RENAMO. Se a RENAMO aceitar ou me deixar, irei concorrer às eleições. Se não quiser, paciência", afirmou.

Comissão provincial dará "total apoio"

Contactada pela DW, este sábado, a chefe da comissão política provincial da RENAMO e delegada na Zambézia, Elisa Cipriano, disse é prematuro avançar detalhes sobre o interesse demonstrado por Manuel de Araújo na candidatura às próximas eleições. No entanto, sublinhou que o partido dará total apoio ao edil caso queira submeter oficialmente o seu pedido e a sua proposta.

O atual presidente da autarquia de Quelimane afirma que quer voltar a candidatar-se para recuperar o tempo perdido por causa da Covid-19: "Tenho uma agenda ou manifesto inacabado, sobretudo a construção de mais ciclovias, asfalto de estradas da autarquia e construção e ampliação das valas de drenagem. Tudo isso ficou comprometido pela situação da pandemia de coronavírus, o que significa dizer que os últimos dois anos ficaram perdidos".

Manuel de Araújo frisou ainda que tem uma boa relação com a RENAMO ao nível distrital, provincial e nacional, apesar dos recentes acontecimentos.