Vida e Lazer

Morre de Covid-19 após amigo esconder infeção para jogar cartas

2022-01-04 14:12:18 (UTC+00:00)

Uma mulher de 82 anos, que sobreviveu a um cancro, morreu depois de apanhar Covid-19 de um amigo que escondeu a infeção para poder participar num jogo de cartas.

Segundo o "Notícias ao Minuto", o caso aconteceu nos EUA, pouco antes do Natal, e foi denunciado agora pela neta da vítima ao site WXYZ.

“Alguém decidiu esconder que testou positivo à Covid-19, no teste realizado por todos os participantes antes do jogo”, começou por contar a jovem, revelando que a família só descobriu o que tinha acontecido depois de a pessoa em questão ter confessado o que tinha feito, ao saber que a idosa estava doente.

Depois de apanhar Covid-19, a mulher, que apesar de vacinada contra a doença tinha o sistema imunológico fragilizado devido ao cancro, ainda foi hospitalizada e ligada a um ventilador, mas acabou por morrer no dia 21 de dezembro.

Apesar da família da idosa estar chocada e até “horrorizada” com a atitude do alegado amigo, não quis divulgar a identidade do mesmo. Contudo, aproveitou a entrevista para deixar um apelo a toda a população.

“Se tem sintomas ou teste positivo não conviva com ninguém, por amor. Não vale a pena. Pode magoar e até matar apenas porque quer sair ou se divertir”, atirou a jovem.

A idosa deixa em luto quatro filhos, 10 netos e cinco bisnetos.