Vida e Lazer

Mulher “rapta-se” e exige resgate ao parceiro

2022-11-14 07:44:38 (UTC+00:00)

Cansada de promessas do parceiro, que supostamente tardavam em efectivar-se, uma mulher decidiu sair do habitual e resolveu simular o seu próprio rapto.

Segundo a Miramar, o facto ocorreu na cidade de Maputo, quando, segundo a polícia, a mulher decidiu desaparecer de circulação.
De seguida, a partir de um suposto cativeiro, informou ao parceiro que tinha sido raptada.

A mulher teria exigido ao parceiro o rápido pagamento de resgate de 20 mil meticais, isto sem envolvivento da polícia, para que os “sequestradores” não a matassem.

Embora preocupado, o homem não deixou de comunicar às autoridades que a parceira tinha sido raptada. Feito o trabalho, a polícia concluiu que a suposta vítima de rapto era a própria sequestradora e foi detida.